titulo_sobre2.png

Lara Aufranc é uma artista multimídia. Iniciou sua carreira com a banda de soul e blues Lara e os Ultraleves (Em boa hora - 2015). Passados 2 anos, as criações da artista já não se encaixavam no gênero da banda, e Lara lança seu 1º álbum solo, Passagem.

Estudou Comunicação das Artes do Corpo na PUC-SP, onde deu inicio a pesquisa corporal que desenvolve no palco. Atriz em processo de formação pelo Senac, Lara se dedica a aprofundar a relação entre o teatro, a dança contemporânea e a voz no palco. Formada em Cinema pela FAAP, é responsável pelo roteiro, direção, edição e produção de seus videoclipes. Lara também atua como locutora, e é a voz por trás dos áudiolivros de Lygia Fagundes Telles.


RELEASE IMPRENSA • PRA UM CORAÇÃO ACORDAR

Lara Aufranc não se preocupa em definir um gênero para o seu trabalho musical. Em 2017 a cantora e compositora paulistana lançou o elogiado disco Passagem: “a diversidade de caminhos musicais joga o disco numa caixa inclassificável” – Thales de Menezes, Folha de São Paulo. Hoje, Lara apresenta uma música de seu segundo disco e surpreende com um lado pop que faz lembrar David Bowie ou Marina Lima nos anos 80.

Pra um coração acordar” é uma música lenta com pegada dançante, que contagia o ouvinte com o groove macio e a voz aveludada da cantora. “É uma música que fala sobre encontros e desencontros, sobre ir e vir, desejar e temer. Somos muito individualistas, e o coração precisa acordar” – conta Lara.

É o coração cheio que guia o trabalho da cantora. Pouco mais de um ano após o lançamento do álbum Passagem, Lara inscreveu o projeto de um novo disco no Edital de Apoio a Criação Musical, da Secretaria Municipal de Cultura, e foi selecionada em 1º lugar. “Eu nunca parei de compor. As ideias vem junto com a vida, no dia a dia. E com o prêmio do edital, pude trabalhar no repertório e nos arranjos com muito mais dedicação, além de poder contar com uma equipe maravilhosa” – diz Lara.

O disco tem direção artística do cantor e compositor Romulo Fróes, que também dirigiu o premiado álbum “A mulher do fim do mundo”, de Elza Soares. A faixa single é assinada por Lara Aufranc em parceria com Tarso Jones, integrante das bandas Joe Silhueta e Rios Voadores. “Foi demais porque a gente compôs tudo a distância, ele em Brasília e eu em SP. Hoje em dia isso é muito viável, é só ter abertura e sintonia musical." – explica Lara.

A faixa single anuncia o lançamento do disco “Eu você um nó”, que poderá ser ouvido via streaming no final de abril e ao vivo no dia 26/05, em show gratuito no Centro Cultural São Paulo. Influenciada por artistas tão diversos como Rita Lee e Metá Metá, Lara Aufranc fala de medos e fragilidades com uma leveza que é própria do feminino, do amor que acaba por prevalecer. Num mundo em que a reflexão é cada vez mais rara, o novo trabalho de Lara Aufranc tem o mérito de trazer mais perguntas do que respostas.

 
titulo_baixe2.png